quarta-feira, 7 de outubro de 2020

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou na manhã desta quarta-feira (07), a 52ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada "MAORI", vinculada à Diretoria Integrada do Interior 1 – DINTER 1, sob a presidência do Delegado Eric Costa Candido, Titular da 3ª Divisão de Homicídios Agreste – 3ª DHA.

A investigação foi iniciada em outubro de 2019, com o objetivo de identificar e desarticular integrantes de Organização Criminosa voltada à prática dos seguintes crimes: homicídio, tráfico de drogas, roubo qualificado e adulteração de veículo.

No dia de hoje, foram cumpridos 11 (onze) mandados de prisão e 09 (nove) mandados de busca e apreensão domiciliar, todos expedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Caruaru. Seis prisões foram realizadas e dos onze mandados de prisões cumpridos cinco alvos já estavam presos e foram cumpridos dentro do sistema prisional.
O delegado chefe da 20ª Delegacia de Homicídios de Caruaru, Dr. Márcio George, disse que essa quadrilha cometeu pelo menos 14 assassinatos na região do na região do bairro Santa Rosa e que esses homicídios foram cometidos em disputas de pontos de venda de drogas ou por reprimendas causadas através de dívidas com o tráfico.
O delegado chefe da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste, Dr. Eric Costa, falou da importância da parceria com a Polícia Militar e que graças ao empenho dos órgãos de segurança houve uma diminuição de quase 20% no número de homicídios esse ano fazendo um comparativo com o mesmo período do ano passado.
Apesar de toda a dificuldade imposta pela Lei de Abuso de Autoridade conseguimos identificar quatros dos presos e conseguimos fotos exclusivas desses elementos José Ailton da Silva Junior, Everaldo Sebastião da Silva, Bruno ítalo da Silva e um quarto elemento identificado apenas por Janailson.
Na execução, estão sendo empregados 90 (noventa) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães, além de 16 (dezesseis) Policiais Militares.
A operação evitou o cometimento de quatro homicídios




Informações: Na Mira da Notícia








Nenhum comentário:

Postar um comentário