quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

CÂMERA MOSTRA MOMENTO EXATO EM QUE HOMEM FOI ASSASSINADO EM SÃO DOMINGOS E REVELA IDENTIDADE DE AUTOR DO CRIME


 Imagens obtidas pela reportagem do Agreste Notícia e capturadas por uma câmera de monitoramento do circuito interno de um estabelecimento comercial, mostram o momento exato em que Alexandro Júlio da Silva, o conhecido ‘Juca’, de 34 anos de idade, foi assassinado a facadas durante a madrugada desta quinta-feira (06), na Rua Antônio Vieira de Araújo em São Domingos distrito do Brejo da Madre de Deus, Agreste Central de Pernambuco.
 Pelo vidro da porta da residência da vítima é possível ver a sombra do acusado golpeando a vítima várias vezes. Após alguns segundos, é possível observar que ‘Juca’ consegue sair do imóvel e correr, mesmo cambaleando. Em segui, o suspeito Mario Gomes da Silva, de 35 anos, sai da casa em direção oposta, enrolando a faca em um pedaço de pano.
Elemento tem diversas passagens pela Polícia

 'Maro' como é mais conhecido, é ex-presidiário e tem diversas passagens pela Polícia, principalmente pelo crime de tráfico de entorpecentes. Ele é filho de Cícero Gomes da Silva, o ‘Ciço Pacaia’, que chegou a ser o traficante mais conhecido de Santa Cruz, com mais de 20 passagens pela Delegacia de Polícia. Ele foi assassinado aos 57 anos em janeiro de 2017 na Capital da Moda.
 ‘Juca’ conseguiu chegar até a Policlínica de São Domingos aonde foram constatadas mais de 15 perfurações causadas por golpe de faca peixeira, a maior parte da região da cabeça. Foram realizados todos os procedimentos e a vítima foi entubada e no processo de transferência para o HRA – Hospital Regional do Agreste – ele não resistiu e faleceu.
 A faca utilizada no crime, foi encontrada alguns metros da casa onde o homicídio foi praticado. No imóvel, sinais de muita violência e que comprovam que a vítima e o acusado bebiam cachaça juntos, quando provavelmente houve uma discussão.
 O cenário era de muitas marcas de sangue nas paredes e no chão, além, de parte dos cabelos do Juca na parede, levanta a suspeita ele tenha batido com a cabeça fortemente na parede.
 O suspeito do crime segue procurado pela policiais Militar e Civil e qualquer informação que possa ajudar na captura do elemento, você pode ligar e denunciar anonimamente pelo telefone: 81-99488.7041 (WhatsApp – 21ª DPH / Delegacia de Polícia de Homicídios).
Assista o vídeo:
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário