FOLHA DA CIDADE 22 ANOS INFORMANDO DE FORMA DIRETA...

FIQUEM BEM INFORMADOS

domingo, 16 de junho de 2019

Freitas foi um dos homenageados nos 100 anos do Central


Um dos mais tradicionais clubes de futebol de Pernambuco, o Central Sport Club, a Patativa ou Alvi-negro da Avenida Governador Agamenon Magalhães, no centro de Caruaru, completou neste sábado, 15 de junho, 100 anos de existência. Reconhecido como um dos grandes formadores de jogadores do estado, o time do Gigante da Agamenon teve grandes craques em sua centenária história. Atualmente, disputa apenas a Série D do Campeonato Brasileiro.


E neste sábado teve uma agenda especial, do hasteamento dos pavilhões (Bandeiras), bençãos de religiosos, corte de bolo, jogo de futebol (este contra a Jacuipense válido pela segunda fase do Campeonato Brasileiro Série D e vencido pelo time aniversariante pelo placar de 2 a 0) e homenagem a ex-jogadores, atletas que marcaram época com a camisa alvinegra Centralina. Dentre os homenageados estava o toritamense Freitas, que recebeu das mãos do atual mandatário uma camisa do Central Sport Club alusiva aos 100 anos personalizada com seu nome. "Sou grato a Deus por tudo, agradeço a diretoria do clube e a sua torcida pelo carinho, reconhecimento e homenagem. Pois foi aqui que vivi grandes momentos, foram cinco passagens por este clube que me revelou para o Brasil e o mundo", disse Freitas. O zagueiro foi um dos homenageados pela direção do Central Sport Club nesta data em que o clube entrou para o seleto grupo dos times centenários do futebol brasileiro e mundial. A diretoria garante que outros eventos serão realizados para comemorar os cem anos do glorioso e agora centenário alvinegro, Central Sport Club. Entre os eventos está o jogo contra o Corinthians Paulista no próximo dia 30 de junho, entre outros. E quanto a homenagem feita ao zagueiro Freitas, foi justa, tanto pra o xerife da década de 1990, quanto aos demais homenageados nos cem anos da equipe patativa. Parabéns direção pela homenagem e reconhecimento aqueles que vestiram e honraram essa camisa com amor, garra e muita raça, traduzindo tudo isso em emoção pra sua torcida.

Por Wendell Galdino



Nenhum comentário:

Postar um comentário