FOLHA DA CIDADE 22 ANOS INFORMANDO DE FORMA DIRETA...

VENHA ECONOMIZAR COM A GENTE

VENHA ECONOMIZAR COM A GENTE

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Depressão faz Xuxa cometer suicídio

JATAÚBA: O fato aconteceu nesta segunda-feira (24), por volta do meio-dia quando a senhora Ana Paula da Silva Caetano Souza, de 27 anos, tirou sua própria vida por meio de enforcamento cometido em um compartimento que funciona como dispensa na residência onde residia desde que casou com o popular Jaciel de Zé Caetano, no sítio Riacho do Jacu, que fica a pouco mais de 5 quilômetros de Jataúba. "Xuxa" como era carinhosamente chamada por familiares e amigos, vinha lutando contra uma forte depressão, que vinha deixando-a sem estímulo, e a sua família estava unida para ajudar a jovem mãe a superar a doença. Ela ontem (23) esteve prestigiando uma partida de futebol que aconteceu no campo da comunidade, visitou amigos e almoçou na casa de um cunhado em Jataúba, estando em todos estes momentos acompanhada pelo esposo Jaciel.
O psiquiatra que cuidava dela havia alertado a família para não a deixar sozinha, e mesmo diante deste quadro, Xuxa prometia a toda a família que jamais tiraria sua própria vida. O casal teve uma história de convivência em praticamente toda trajetória, já que os dois têm praticamente a mesma idade, sempre foram vizinhos, estudaram na mesma escola, brincaram quando crianças, namoraram, casaram e só a morte os separou. A convivência do casal era das melhores possíveis e nunca houve discussão entre eles.
 
 
Ana Paula deixou um casal de filhos, sendo um menino de 11 anos e uma menina de 8 anos. Foi o filho quem primeiro se deparou com o corpo da mãe pendurado por uma corda de cor azul. Ao entrar em casa quando chegava da escola, o menino entrou pela porta da frente e ao chegar na cozinha se deparou com a cena trágica. 
 
 
Ela, a pouco mais de 5 minutos antes do suicídio, estava na companhia da mãe dela que veio arrumar a menina para ir à escola e as três estavam juntas e quando a mãe dela saiu com a menina pelos fundos da casa, que fica também nos fundos da residência da mãe dela, a uma distância de aproximadamente 40 metros, o menino logo chegou pela porta da frente. Ao se deparar com a horripilante cena, o menino chamou o avô Valdir, que logo chegou e tentou salvar a vida da filha tirando a corda do pescoço dela, mas já era tarde demais. As polícias Civil e Militar estiveram no local, foram feitos os procedimentos legais e o corpo foi encaminhado para o IML na Cidade de Caruaru. (FONTE: Geraldo Silva/Ruy Siqueira/Portal do Agreste)

Nenhum comentário:

Postar um comentário